16 outubro, 2011

Anonymous irá atacar o Facebook em novembro

Já estava sabendo deste ataque há várias semanas, mas só agora tive tempo de compartilhar a informação. Pra mim está mais do que justificado o ataque ao Facebook. Rescentemente a Apple também foi descoberta fazendo espionagem dos usuários do iPhone. Pra quem achava que o filme 'Teoria da Conspiração' era ficção começa a mudar de ideia vendo estas situações, não é? O filme se encaixaria perfeitamente em um documentário baseado em fatos reais. Como diz meu namorado: "Só tenho um comentário a fazer: LAMENTÁVEL". Dia 5 estarei online no Facebook aguardando sua queda (ou não, rsrs, será que os caras têm chance de falhar? o.O Nãããão!!! rsrs).

Grupo cracker diz que a pretensa ação é motivada pelo fato de a rede social expor indevidamente informações privadas de usuários.

Mensagens atribuídas a membros do grupo cracker Anonymous revelam que os criminosos podem desferir um ataque ao site do Facebook no dia 5 de novembro. A ação seria motivada pelos seguidos problemas de privacidade ocorridos na rede social, que expõe dados de usuários menos afeitos aos controles de informação do site.

Os crackers têm reivindicado participação em diversos ataques a serviços de grandes empresas e governos. Entre elas, está a recente ação contra o site do Ministério da Defesa da Síria, que saiu do ar, em protesto contra a repressão do governo local a manifestantes.

A Operação Facebook, como vem sendo chamada a operação, foi revelada via Twitter pelo perfil @anonops, notoriamente usado pelo grupo, e no YouTube, através de um vídeo. Segundo os membros do Anonymous, a rede social tem vendido informações pessoais dos usuários a órgãos do governo e a empresas de espionagem.

A data para o pretenso ataque não foi escolhida à toa. No dia 5 de novembro de 1605, o soldado inglês católico Guy Fawkes, que serve de inspiração ao protagonista do HQ e também do filme V de Vingança, participou de uma conspiração que pretendia matar o rei protestante James I, acusado de absolutista. Fawkes falhou e foi levado à força no início do ano seguinte.

Segundo a mensagem dos crackers, o ataque será sofisticado e entrará para a história. Apesar do alarde, outros participantes da organização afirmaram não estar de acordo com a iniciativa. Segundo mensagem publicada no mesmo perfil na manhã desta quarta-feira, apenas alguns membros participam do planejamento da operação. A rede social não se manifestou sobre as ameaças.

Fonte: Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oieeee...
Neste blogspot o livre arbítrio está ativado, ok!?

Obrigada por seu comentário!
Irei retribuir o mais breve possível.