26 setembro, 2009

Você é a favor da pena de morte no Brasil?

Hum... acho que nunca terei uma opinião formada sobre isso. Sempre vou ficar encima do muro.
Ao mesmo tempo que eu acho que penas mais severas têm um bom resultado (como por exemplo a lei seca que foi um sucesso pois diminuiu muito o número de acidentes e mortes pela combinação de bebida e trânsito), eu penso nos vários casos de pessoas inocentes que ficam presas por meses, as vezes anos, e um belo dia são libertados porque descobrem que era a pessoa errada. No caso das penas de morte, depois que matar não adianta falar: Ah, desculpa, matamos por engano, ele era inocente!
Outra coisa que preocupa é: Será que essa lei será aplicada para os ricos? Para os políticos e policiais corruptos? Será mesmo? A prisão já não é aplicada, será que a pena de morte vai ser? Duvido muito!
Por mais que a gente pense (me incluo nessa categoria) "Ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém", será que nenhum crime bárbaro não lhe fez pensar: "Esse sujeito deveria pagar com a mesma moeda!" Claro que já, somos humanos, temos sede de justiça e diante de alguns casos, lá no fundo desejamos que o sujeito sofra as mesmas consequências. E se ele não pagar na terra (como os riquinhos que normalmente pagam uma multa e fica por isso mesmo) que seja feita a justiça divina (que por sinal, nunca falha! E afirmamos isso sem saber!).
Como disse no início, sempre vou ficar encima do muro, mas diante de tantas injustiças (principalmente com pobres e negros), estou caindo mais para o lado de "Não a pena de morte!", e você?

2 comentários:

  1. Oi meu bem,

    Concordo com sua opinião, com certeza se isso for imposto no Brasil os ricos estão excluídos dessa pena...

    Então não adianta...

    Te amo!
    bjS!

    ResponderExcluir
  2. Olha amiga,cada caso é um caso para julgar se é necessário fazer esse ato né?! Espero que esteja tudo bem com você! Beijo no coração e bom domingo

    ResponderExcluir

Oieeee...
Neste blogspot o livre arbítrio está ativado, ok!?

Obrigada por seu comentário!
Irei retribuir o mais breve possível.