15 julho, 2007

Ídola Mari - Vôlei Feminino



Nome completo: Marianne Steinbrecher
Data de nascimento: 23/08/1983
Local de nascimento: São Paulo - SP
Altura: 1,88 m
Peso: 70 kg
Clube: Finasa/Osasco
Posição: Ponta
Participações em Olimpíadas: Atenas-2004
Campanha em Atenas: 4º lugar
Principais conquistas: Campeã do Grand Prix (2004), Bicampeã da Superliga (2002/2003 e 2003/2004)

"Na verdade eu não escolhi o vôlei, foi o vôlei que me escolheu. Minha mãe me obrigou a treinar porque era o único esporte que tinha lá em Rolândia (PR), onde eu morava".


Mari é a grande revelação brasileira nos últimos anos. No Grand Prix 2004 fez sua estréia oficial com a camisa amarela e foi o destaque do time, arrebatando a confiança da veterana levantadora Fernanda Venturini. Ganhou fama repentina pela eficiência no ataque e, sempre séria, pela "frieza" em quadra.

Em Atenas, porém, não obteve o mesmo sucesso. Apesar de ter sido a maior pontuadora da seleção, Mari acabou marcada como uma das que não conseguiram colocar no chão as bolas decisivas na semifinal, contra a Rússia, quando que a seleção foi derrotada de virada, e eliminada. Na decisão do bronze, abalada, Mari foi substituída logo no primeiro set, e assistiu do banco sua equipe perder a medalha para Cuba.

A trajetória de Mari começou com bons desempenhos nas categorias de base do Osasco. Ela ganhou uma oportunidade na equipe titular no Campeonato Paulista de 2003, quando as principais jogadoras do time estavam na seleção.



A atleta não desperdiçou a chance. Com um jeito frio e inteligente, Mari comandou a equipe rumo ao título e foi "efetivada" pelo técnico José Roberto Guimarães.

Na última temporada Mari correspondeu em quadra, sendo uma das melhores jogadoras do Osasco, suprindo a ausência de Paula Pequeno, machucada. Na Superliga 2003/2004, ela foi eleita a revelação do torneio, além de ganhar prêmios como melhor ataque e maior pontuadora.



Tenho o maior respeito por essa jogadora.
Uma de minhas ídolas!
Vai Mariiiii!!! Wooow!



Para o final de semana: Acompanhar o Pan e torcer para o Brasil na final contra a Argentina.


"Não escolhi o vôlei, ele me escolheu"..

3 comentários:

  1. Oi Amor,
    isso ae Mari arrebenta \o/

    Vamos torcer pro Brasil no PAN.

    Te Amooo!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. mary teadmiro muinto gata!parabéns pela a vitôria gata!gostari de tiver de perto para tidar um bjão e um abraço.tchaú grande garota!

    ResponderExcluir
  3. mary tiadoro só sua fã número um bjos linda!meu sonho é te ver de perto.

    ResponderExcluir

Oieeee...
Neste blogspot o livre arbítrio está ativado, ok!?

Obrigada por seu comentário!
Irei retribuir o mais breve possível.